Diversos fatores influenciam em uma entrevista de emprego, desde a roupa usada até a expressão corporal ao responder algumas perguntas. E para se sair bem em uma entrevista é preciso se conhecer melhor, para assim poder “vender” o seu talento e a sua imagem ao entrevistador e conseguir a vaga em questão. Confira algumas dicas que trouxemos para você:

Aparência
A aparência é essencial, afinal a primeira impressão é a que fica. Por isso é importante utilizar as roupas, o penteado, ou seja, sua imagem de acordo com a política e a cultura da empresa em que pretende ingressar. Saber como é o ambiente da empresa e como os funcionários se comportam pode ser muito importante para determinar como se apresentar na entrevista.

Conhecer a empresa
Antes de partir para a entrevista, pesquise sobre a empresa e sobre a vaga que está tentando preencher. Busque informações sobre o que a empresa oferece, como ela trabalha e seus pontos positivos. Esse interesse sobre a empresa pode ser o diferencial na sua entrevista e pode fazer com que você seja contratado. É importante também conhecer sobre a vaga a ser disputada e como você pode ajudar caso seja designado a ocupá-la.

Mostre seu valor
É natural que os jovens tenham uma predisposição a dizer que pretendem aprender com a empresa. Porém, salvo algumas exceções, as empresas buscam mesmo é o lucro e é isso que elas procuram em um candidato. Ou seja, em que você pode agregar de valor para a empresa e ajudar a aumentar os lucros e crescer.

Não minta
Em curto prazo até pode dar certo e você pode conseguir a vaga, mas em pouco tempo a verdade vai aparecer e isso pode te prejudicar muito e ser muito constrangedor. Por isso evite mentir e não diga aquilo que você não sabe fazer, seja verdadeiro.

Expressão corporal
Algo que poucos dão o devido valor é a expressão corporal. O corpo diz muito mais sobre você do que o que você diz realmente na entrevista. Seus gestos, sua postura, as pernas cruzadas, tudo revela o que realmente você é e sente, mesmo que esteja tentando esconder atrás de belas palavras. Uma dica interessante é gastar algum tempo lendo livros sobre expressão corporal.

Marketing pessoal
O marketing pessoal é muito importante, mas isso não significa ficar falando de si mesmo, autopromover ou parecer egocêntrico, e sim desenvolver um trabalho pessoal para que as pessoas que convivem com você, ou que te conheça, o promovam. Isso sim é o marketing pessoal. Outro fator importante são as redes sociais, elas são o reflexo de você e certamente os recrutadores vão pesquisar por elas para poder conhecer melhor o futuro funcionário.

A Microlins ajuda você a se tornar um profissional completo e pronto para atuar no mercado. Conheça os cursos da Microlins e inicie agora sua jornada rumo ao sucesso. Não perca tempo, estamos esperando por você!

Open chat